Algarve: Onde a História e a Natureza se Encontram

Flickr_-_ronsaunders47_-_EXPENSIVE_REFLECTIONS._1._VILAMOURA_ALGARVE._PORTUGAL.

O Algarve apresenta, além das praias, um rico património histórico, natural e cultural que vale a pena conhecer, mesmo nos dias em que o sol convida a ir até à praia. Vejamos alguns dos seus principais pontos de interesse.

Albufeira

A cidade mais inglesa de Portugal dispõe de 23 praias, que fazem as delícias dos visitantes. É notória a quantidade de turistas estrangeiros que a povoam nos meses do verão, em especial ingleses, embora eles estejam presentes, de uma forma geral, durante todo o ano. A marina, os campos de golfe e a animada vida noturna compõem uma oferta turística de destaque no cenário algarvio.

VilamouraFlickr_-_ronsaunders47_-_EXPENSIVE_REFLECTIONS._1._VILAMOURA_ALGARVE._PORTUGAL.

Ao contrário do que por vezes se julga, Vilamoura não é uma vila ou cidade, muito menos um concelho; é antes o nome de um gigantesco “resort” turístico, que começou a ser desenvolvido na década de 60. A área, situada sensivelmente entre Faro e Quarteira, dispõe de uma marina com capacidade para mais de 1000 embarcações, vários hotéis de 5 estrelas, “resorts” com campos de golf, um casino e escolas de equitação, entre outras infraestruturas.

Faro

A capital administrativa do Algarve convida os visitantes a descobrir o parque natural da Ria Formosa, com as suas dunas e lagoas. O parque é um paraíso para a observação de pássaros, uma vez que é um ponto de paragem quase obrigatório para as aves migratórias em trânsito entre a Europa e a África.

Ecovia do Litoral

Conheça o Algarve interior de bicicleta, atravessando as aldeias histórias do Barrocal, como Alte ou Querença.

São Vicente e Sagres

Os promontórios “onde a terra acaba e o mar começa” estimulam a imaginação dos homens desde tempos imemoriais; não é por acaso que os Romanos lhes chamaram “sacrus” (local sacro, sagrado). Além dos monumentos à presença, real ou simbólica, do Infante D. Henrique, o cabo de S. Vicente conta a história de inúmeras batalhas navais – uma delas, em 1833, foi um dos episódios mais decisivos e desconhecidos da Guerra Civil, com a vitória da esquadra liberal sobre os absolutistas.800px-Evora_Cathedral_roof,_Alentejo,_Portugal,_28_September_2005