O que Esperar ao Visitar Portugal

O “slogan” “Vá para fora cá dentro” nunca foi tão atual. A oferta turística de Portugal é cada vez mais diversificada, não se limitando ao sol, ao mar e à praia. É possível fazer turismo rural, percorrer ecopistas de bicicleta por todo o país, descobrir as relíquias de uma História riquíssima, provar as iguarias regionais e locais da gastronomia e da doçaria, praticar desportos radicais ou mais tranquilos e levar as crianças a todo o lado. Deixamos aqui algumas considerações sobre o que poderá esperar ao visitar Portugal.

No estrangeiro, Portugal é apresentado como um país soalheiro e de clima temperado a quente. Mas, para os portugueses, o clima do nosso país exibe diversas “nuances.” No verão, ocasionalmente, o Litoral Oeste é batido pela nortada e acometido por nebulosidade vinda do Oceano; não é por acaso que o xaile grosso faz3987521323_9ca822338e_b parte do traje típico das nazarenas. No Interior, principalmente no Alentejo, nas Beiras e em Trás-os-Montes, os verões podem ser mais quentes do que no Algarve, pois não há influência marítima.

Existem em Portugal diversos monumentos e locais verdadeiramente invulgares, que merecem uma visita, mesmo quando afastados dos principais roteiros turísticos. É o caso da Capela dos Ossos, em Évora, decorada com ossos humanos, de forma a demonstrar o quão breve é a vida; a aldeia de Monsanto, na Beira Baixa, onde continuam a impressionar as casas construídas entre pedregulhos imensos; ou as fisgas de Ermelo, um belo conjunto de quedas d’ água pouco conhecido dos turistas, pela sua relativa inacessibilidade.

Ao chegar a uma região diferente, prepare-se para algumas novidades no vocabulário. No Porto, “à meia-hora” pode significar “ao meio-dia e meia”; no Algarve, “marafado” significa “zangado”, “irritado”, “difícil de aturar”; na Estremadura, “alagar” pode significar “derrubar”, “deitar abaixo”.

Por todo o país acontecem festivais gastronómicos durante o ano. Já ouviu falar do Festival do Lagostim, de Ferreira do Zêzere; do Chícharo, em Alvaiázere, ou da Feira do Fumeiro, em Vinhais? Poderão ser opções a considerar para a escapadinha de um fim de semana!