Os Descobrimentos

the archipelagos of the Azores and Madeira

Durante cerca de dois séculos, Portugal viveu aquilo a que se pode chamar de “época dourada”. Os Descobrimentos revolucionaram o mundo e, poder-se-ia mesmo arriscar dizer, deram início ao tão falado fenómeno da globalização.

Existem muitas fontes de informação sobre os Descobrimentos, que proporcionam artigos, materiais e opiniões mais ou menos aprofundadas sobre o assunto. Aqui apresentamos uma síntese do que foi este fenómeno que mudou a vida na Terra.

O processo de expansão e descobertas marítimas foi iniciado em 1415, durante o reinado de D. João I, quando este liderou uma expedição militar com vista à conquista de Ceuta e Tânger, importantes cidades portuárias situadas no Norte de África.
Conquistados estes importantes postos de comércio, e com a passagem entre o Mediterrâneo e o Atlântico em mãos portuguesas, o Infante D. Henrique, filho do rei, começou a olhar para novos horizontes e para as riquezas ainda por descobrir, assim como para um acesso por mar até à Índia, origem e ponto de passagem de rotas de comércio altamente cobiçadas.

the archipelagos of the Azores and MadeiraApós a descoberta dos arquipélagos dos Açores e da Madeira, e com o Cabo Bojador, na África Ocidental, já ultrapassado, um dos grandes marcos da navegação mundial foi a passagem do Cabo das Tormentas, no extremo Sul de África, por Bartolomeu Dias, em 1487.

Com a expansão do império Espanhol, em 1494, foi lavrado o Tratado de Tordesilhas, que dividia o mundo em dois, com metade da área a explorar da posse de Espanha e a outra de Portugal.
Ainda antes do final do século, em 1498, Vasco da Gama chega à Índia por mar e os Portugueses apropriam-se do monopólio do comércio entre Oriente e Ocidente.
Em 1500, Pedro Álvares Cabral chega ao que é hoje o Brasil, enquanto, em 1510/11, Afonso de Albuquerque faz incursões no Extremo Oriente, conquistando cidades de crucial importância estratégica, como Goa e Malaca.

Durante estes dois séculos, Portugal dominou o comércio a nível mundial e revolucionou a navegação e as trocas culturais. É assim que hoje em dia se encontra a influência portuguesa por países tão distantes como o Brasil, Moçambique ou Timor-Leste.